Posts Tagged ‘história’

Monumento aos Pracinhas

maio 3, 2010

O Monumento aos Mortos da Segunda Guerra Mundial foi inaugurado em 1960 abrigando os restos mortais dos soldados brasileiros que haviam sido depositados no Cemitério de Pistóia, na Itália, à época do conflito.

Parece fúnebre. Mas o lugar é lindo, tem um museu um jardim interior, uma espécie de piscina e os monumentos.

São três obras o maior é visto já da Rio Branco uma escultura de metal em homenagem as Forças aéreas, outra são três soldados de granito, e por último os painéis belíssimos que levam aos jazigos, muito belos também por sinal. Uma forma de conhecer a história da guerra e das pessoas que lutaram pelo país.

Além de a visitação ser aberta o estacionamento também é gratuito no local para quem for visitar.

Monumento aos Pracinhas – Aterro do Flamengo

Pegando um Bonde na história

abril 6, 2010

Um bom passeio para conhecer a história do Rio é dar uma volta em Santa Tereza e a melhor forma de se sentir no passando é andando de bonde. O Bonde de Santa Tereza custa sessenta centavos e ainda é uma forma de locomoção para muitos moradores do local além de turistas.

O Trajeto começa no centro da cidade passando sobre os Arcos da Lapa seguindo pelas ladeiras do bairro em pontos turísticos. Pela manhã ocorrem passeios guiados: o Bonde Ecológico e o Bonde Histórico. O primeiro passa por uma trilha na mata, e o segundo no Museu do Bonde.

Estação dos Bondes – Rua Lélio Gama – Centro

Palácio da Ilha Fiscal

abril 2, 2010

Um lindo lugar pra conhecer um pouco da história do país é o Palácio da Ilha Fiscal onde ocorreu o último baile do Brasil imperial.

Estou querendo aproveitar o feriadão para conhecer, mas segundo dizem e pelo que vejo pelas fotos o lugar tem um estilo gótico belíssimo.

Além de tudo tem exposições permanentes no local: A História da Ilha Fiscal, A Contribuição Social da Marinha e A Contribuição Científica da Marinha. Também tem um café pra esquentar um pouco.

Palácio da Ilha Fiscal – Praça Barão de Ladário s/nº – Centro 9 Acesso pela saída do Cais do Espaço Cultural da Marinha)